sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Raiva humana Angola - Treze pessoas morrem vítimas de raiva

Aqui vai + um ALERTA para aqueles que acreditam ....em milagres.


Treze pessoas morrem vítimas de raiva na província

Ondjiva - Treze pessoas de diferentes localidades da província do Cunene
morreram vítimas de raiva durante o período que vai de Janeiro a primeira
quinzena do mês em curso, causada por mordeduras de cães raivosos, soube
hoje, quarta-feira, à Angop de fonte do sector.

Segundo o chefe do departamento dos Serviço Veterinário no Cunene, João
Kamalanga , durante o período em referencia registaram 282 casos de
mordeduras de animais raivosos que resultaram em 13 óbitos.

Entretanto, afirmou que a situação é crítica e preocupante, dai a
necessidade do redobro dos esforços, no sentido de sensibilizar a população
local na procura dos órgãos de apoio do departamento provincial dos serviços
veterinários a nível das comunas e municípios para vacinar os seus animais
de estimação entre cães, gatos e macacos.

João Kamalanga garantiu que os serviços veterinários estão abertos a
população no esclarecimento de qualquer dúvida por parte dos citadinos, bem
como na vacinação imediata dos animais.

Os citadinos devem vacinar os seus animais, e não deixar para segundo plano,
no tocante os cuidados a ter com estes canídeos e felinos (cão e gato)
porque furtando-se desta acção pode assim por vezes perigar a vida dos seus
próprios familiares visto que estes animais coabitam com o homem.

O médico veterinário disse que períodos em referência foram vacinados contra
raiva 20 mil e 844 animais, entre canídeos, felinos e macacos, nos
municípios do Kwanhama, Namacunde, Curoca, Cuvelai, Kahama e Ombadja.

[veja:
Raiva humana - Angola (Cunene) 20080207.0502]
------------------------------------------------
ProMED-Port
[ProMED-PORT 2008, ano 11]
[Visite nosso site, com versao em portugues e mecanismo de busca, tambem em
portugues:
http://www.promedmail.org [clique na bandeira portuguesa] - ljs]
[Visite o site de LISAS, a Lista de Adversidades em Saude, com foco no
Brasil, em portugues e com mecanismo de busca: <http://www.lisas.org.br>]

Sem comentários: